DIA 26 DE OUTUBRO EM SANTA VITORIA / JATEVE

O JATEVE - Jornada Acadêmica de Tecnologia em Eventos é um dos eventos técnico-científicos do Curso de Tecnologia em Eventos da Universidade Federal do Rio Grande, localizado no Campus FURG de Santa Vitória do Palmar, extremo Sul do Brasil, região conhecida como fronteira extremo meridional sul, tendo como limite o Município do Chuí, fronteira com o Uruguai (Chuí – Chuy). O Curso de Tecnologia em Eventos é o único curso da área oferecido no território brasileiro pela Universidade Pública Federal. Reconhecido pelo MEC em 2016, o Curso promove em 2018 a quarta edição do evento tendo como temática central a discussão em torno da Cultura e Educação.

Local: Campus da FURG

O espetáculo A Reminiscência dos Tambores do Corpo....

Estará no dia 26 de outubro no “IV JORNADA ACADÊMICA DE TECNOLOGIA EM EVENTOS - JATEVE 2018: CULTURA E EDUCAÇÃO”, no Campus da Universidade Federal do Rio Grande em Santa Vitória do Palmar – Rio Grande do Sul, no período 22 a 26 de Outubro de 2018.

Oficina de Dança de Matriz Africana

Local: CAMPUS FURG SVP Sala 1101

Hora: 17h                     

Espetáculo

A Reminiscência dos Tambores do Corpo

Local: CAMPUS FURG SVP Sala 1101

Hora: 21h

Reminiscência dos Tambores do Corpo...

Em comemoração aos 10 anos de aniversário da Cia. de Dança Afro Daniel Amaro, a Cia. produziu em 2010, o espetáculo A Reminiscência dos Tambores do Corpo no Âmago dos Homens Ifá na crença do Maria, Marias. Com a proposta de agregar em uma única obra o retrospecto da Cia., buscou-se recorrer aos cinco espetáculos já montados ao longo de uma década. Narrando a trajetória do povo negro. O espetáculo aborda a retirada dos negros da África até a contemporaneidade brasileira. Remetendo ao cotidiano africano, o espetáculo agrega movimentos que evocam a dança, os ritmos e a religiosidade da cultura africana, demonstrando a mescla cultural existente entre a África e o Brasil, além da reconstrução da identidade baseada na crença e na fé. Assim, a obra descreve uma tentativa de buscar a essência perdida de cada indivíduo, possibilitando a criação de novas formas de viver e de se expressar. E é quando relembramos de nossa história, do nosso ponto de partida, de nossas vivências no transcorrer do tempo, que enxergamos a importância de se preservar a essência de cada indivíduo na criação de novas formas de viver.

 

Bailarino e coreografia: Daniel Amaro.
Direção Artística: Daniel Amaro e Mano Amaro.
Trilha: Doudou N’adye Rose, Astor Piazzolla, Aka Mon e Doudou N’adye Rose, Güem, Edu da Matta e Jucá de Leon, Bira Reis, YoYo Man e Bob Macferrin.
Iluminação: João Cruz.
Edição de áudio: Paulo Cesar Nogueira.
Edição de imagem: Marcelo Vergara.
Figurino: Ana Claudia Santos.
Duração: 45 minutos

n/d





LOCALIZAÇÃO

Rua Dr. Amarante, 1009
Castilhos - Pelotas/RS
Cep: 96.020.720
Fone + 55 53 3027.1614


CONTATO